O mundo está indo nesta direção. Devemos conviver e aceitar esta realidade. Não. Decidimos que não vamos apelar pro fracasso”, responde o chefe de Governo. Seguinte cartaz: “Por que tomaste essa decisão? No meu caso, tive um debate interno relevante, ponderando a minha formação, a minha história em busca de melhores costumes e melhores liberdades para a nação.

Sinto que é um passo à frente. Aqui há que compreender a viver em liberdade sem violar os direitos dos outros, como os cortes e as marchas. Neste caso, é o correto do público a ser feliz, com base em tuas próprias decisões”. Ultima pergunta: “Não creés que vai ter gente incomoda com esta decisão?

  • Quatro Tempos modernos
  • Estranho hiperlink (1986)
  • São Paulo Vila de Mitla: Xarope de Mitla
  • Jorge Bergoglio, Reflexões de expectativa, Buenos Aires, Universidade de Salvador, 1992

Almejo que não. O Pro tem gente que gostaria que apelemos, porém com o tempo você vai visualizar que é aproximado o que aconteceu com o divórcio há várias décadas. Houve um debate muito acentuado e, hoje, é qualquer coisa natural. O mais considerável é que possamos viver em independência sem prejudicar os direitos dos outros.

Como o namorado, você poderá revelar uma história engraçada ou perfeita da vossa ligação. Quantas emoções juntas neste dia! … boa tarde a todas e a todos. Há qualquer tempo atrás, li um livro que comparava a existência com uma viagem de trem.

Uma viagem cheia de embarques e desembarques, salpicado de acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques, e profundas tristezas em outros. É um livro muito especial, onde, ao longo de nossa existência, vão subindo e descendo pessoas ao nosso trem.

Algumas deixam uma impressão prolongada; novas, em contrapartida, apenas nos roçam a sua passagem. Sintam o assento que estava ao meu lado, muito vago por aquele dessa maneira. No começo eu pensei que seria um passageiro a mais, alguém que aconteceria comigo fração do percurso, mas com certeza você usava um bilhete de volta.

Conforme ia conhecendo um pouco mais, era consciente de que estava começando a pretender que vai permanecer comigo, no meu trem, na minha jornada de existência. Hoje temos acoplado nossos trens pra continuar a viagem juntos e mais unidos do que nunca. Quero que saibas, que saibais todos, quanto você me iluminou a existência.